Os Infográficos de Livros do Course Hero

Course Hero é um portal de estudos. Eles produzem diversos materiais para estudo de literatura e de diversas outras áreas. Hoje, o que eu trouxe para vocês é o que me fez conhecer o portal: seus infográficos com informações sobre livros que estão rodando o Pinterest (aliás, se você ainda não me segue por lá, está perdendo seu tempo! Clica aqui e vem conhecer meus painéis). Os Infográficos são bonitos e resumem bem as histórias, os relacionamentos entre os personagens e até algumas informações sobre a publicação das obras. Os textos nas imagens estão em inglês, mas acho que mesmo se você tem um nível básico, já vai conseguir captar a maior parte das informações. O mais legal é que todos são livros clássicos e alguns que contém muitos personagens, então as imagens podem te ajudar a não perder de vista as relações entre tantos personagens e até a relembrar o enredo de algum livro que você já leu há mais tempo.

Anna Karenina – Tolstoi

O Sol é Para Todos – Harper Lee

Os Miseráveis – Victor Hugo

O Apanhador no Campo de Centeio – Salinger

Frankenstein – Mary Shelley

Emma – Jane Austen

O Hobbit – Tolkien

Ilíada – Homero

A Revolução dos Bichos – George Orwell

O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald

Laranja Mecânica – Anthony Burgess

Esses são só alguns dos infográficos, para ver todos, você pode acessar o portal do Course Hero.

 

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

capturar2TAYNA

Manson – Jeff Guinn

img_3278

Finalmente vim conversar um pouco com vocês sobre as minhas impressões da biografia Manson, de Jeff Guinn. Acho importante informar de cara que, por se tratar da biografia de um participante de um dos casos de assassinato mais famosos dos Estados Unidos (acredito que até do mundo), teremos spoilers do fim da história. Mas isso é inevitável e, de verdade, irrelevante. Dito isso, vamos ao livro.

img_3279

Minha relação com os assassinatos Tate-LaBianca já é caso antigo. Eu sou fascinada pela história do caso há muito tempo e nem saberia dizer ao certo quando começou isso. Faz um bom tempo que eu queria ler o livro mais famoso sobre o caso, Helter Skelter, que foi escrito pelo promotor do caso de Charles Manson, Vincent Bugliosi. Mas, como o livro nunca foi traduzido, sempre fiquei com medo de comprar e não ter o inglês bom o suficiente para lê-lo. Fui deixando para lá e me contando com as informações que achava na internet. Até que, ouvindo o 30:min, ouvi o Vilto indicando esse livro. Assim que ouvi o nome Manson, sabia que tinha que comprar. Fiz a compra no Amazon no mesmo minuto e assim que chegou, já corri para ler.

img_3280

Acredito que boa parte das pessoas pelo menos já tenha ouvido falar em Charles Manson. Mesmo que você não saiba exatamente o que ele fez, deve saber que ele é um presidiário americano. Charles conseguiu seu maior desejo, tornar-se famoso. Não foi como ele sonhava, através de sua música, mas de outra forma bem mais macabra. Charles é (sim, ele ainda está vivo) o famoso líder da Família Manson, que assassinou a atriz hollywoodiana Sharon Tate grávida de oito meses e todos que estavam em sua casa, além de outros crimes de igual atrocidade, mas menor furor midiático.

O livro vai nos levar até antes do nascimento de Charles, conheceremos a relação de sua avó Nancy Maddox e sua mãe Kathleen, passando por sua infância problemática e nos levando a conhecer melhor o cenário hippie de São Francisco e da Los Angeles dos anos 60. No meio disso tudo, leremos sobre a indústria fonográfica, os Panteras Negras e muitos outros aspectos da história americana que de alguma forma se interligam com a história de Charles Manson.

Charlie mantinha o controle também de outras formas. Sempre que algum membro da Família passava por Charlie no rancho, principalmente nas calçadas feitas de madeira do set de filmagens, ele parava na frente da pessoa e fazia caretas, também sacudindo as mãos. O membro da Família tinha que imitar todas as expressões e gestos de Charlie. Uma imitação perfeita significava que a pessoa se sairia bem na iluminação do caminho espiritual. Falhas ao imitar as caretas e movimentos de Charlie significaria a presença de um ego exacerbado e o seguidor era firmemente castigado por ele.

Ainda tem um pouco do lado glamouroso de  Hollywood, já que Charles consegue fazer amizade com um dos membros dos Beach Boys, Dennis Wilson, que permite que a família viva às suas custas por um bom tempo e tenta ajudar Charles a acontecer no cenário musical.

img_3281

Quando eu disse que saber do final aqui não tem importância, eu falava sério. O interessante do livro é entender como Charles foi se tornando essa pessoa manipuladora e cheia de truques, que conseguiu seguidores mesmo depois de estar no corredor da morte e, mesmo sabendo que ele acaba preso, acompanhar o desenrolar do julgamento com a sensação de que ele vai conseguir escapar. Minha parte favorita, inclusive, é da obtenção de provas e do julgamento. Ver o quanto a polícia era ineficaz, o promotor encurralado, Charles manipulando tudo… fascinante.

img_3282

Recomendo fortemente a leitura não só para quem gosta de biografias, mas para qualquer um que goste de boas histórias, mas acho que leitores de romances policiais podem ter especial gosto por esse livro.

img_3284

Como podem notar pelas fotos, a edição da DarkSide Books é linda, cheia de fotos e com um apêndice onde o autor conta um pouco de como foi o método dele escavar as histórias contidas nesse livro.

img_3285

Gostou? Você pode comprá-lo na Amazon.
LIVRORES5ESTRELAS

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

capturar2TAYNA

Todo livro comprado pelos meus links da Amazon me rendem uma pequena contribuição para manutenção do blog.

Nimona – Noelle Stevenson

dsc_2472

E aí, galera? Hoje vamos conversar um pouco sobre um quadrinho (aliás, tenho lido bastante quadrinhos ultimamente e acho que vale um post só sobre esse assunto)! O Nimona, da ilustradora e roteirista Noelle Stevenson. A Intrínseca me enviou este livro como parte da nossa parceria e eu não podia ter amado mais ❤

O quadrinho está no auge do hype, todo mundo falando dele por aí. Nessa história conhecemos Nimona, uma menina adolescente que decide que vai se tornar comparsa de um vilão. Ela decide e já chega no covil de Lorde Ballister Coração-Negro se anunciando como tal. Mas só após revelar que é uma metamorfa, Nimona consegue a vaga que era seu sonho. Nimona logo percebe que seu vilão favorito, na verdade não é tão mau quanto ela pensava (e esperava) que fosse.

dsc_2475

Com ajuda de Nimona, o vilão descobre que a organização que cuida da cidade, aparentemente possui planos um tanto quanto suspeitos. Coração-Negro tem como seu principal rival o herói Sir Ambrosius Ouropelvis, que trabalha para esta organização e que no passado já foi colega de treinamento de Sir Ballister.

A HQ possui uma ambientação muito interessante, já que parece se passar numa mistura de futuro, cheio de armas tecnológicas e laboratórios avançados, e período medieval, com cavaleiros de armadura.

Nimona é uma personagem complexa e fora dos padrões (gordinha, de cabelos coloridos e raspados em alguns pontos), ela é doce e também muito cruel. E, por mais estranho que isso possa parecer, é impossível não amar!

dsc_2473

Os traços da Noelle são lindos e  o quadrinho é visualmente muito bonito e muito rápido de ler, mesmo sendo “gordinho”. Cheio de humor, o livro não deixa de abordar assuntos importantes como a manipulação das informações, o controle do estado sobre as pessoas e a reflexão sobre como nos deixamos levar pelo sentimento de que existe um inimigo em uma única pessoa, como isso é usado pra mascarar que os problemas na verdade são estruturais.

dsc_2476

As fotos desse post foram tiradas pela minha colega de turma, fotógrafa e também blogueira Chris Oliveira. Mal terminei de ler e já emprestei para a Chris, antes mesmo de conseguir fotografar o livro, aí ela me fez esse favor <3. A Chris tem um blog de literatura e de Letras, o Letras Extraordinárias. Quem tem curiosidade pra saber mais do curso de Letras e de cursar faculdade EAD, vai lá que ela fala de tudo no blog dela.

LIVRORES5ESTRELAS

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

capturar2TAYNA

Auggie & Eu – R. J. Palacio + Sorteio

texto_auggieeu_facebook

Nos idos novembro de 2013 eu fiz aqui uma resenha de Extraordinário, um livro tocante e muito fofo (sério, se você ainda não leu, qual a sua desculpa? Corre e vai ler esse livro gracinha!). Quando soube que a autora estava lançando contos no universo de Auggie, me interessei de cara e acabei lendo Plutão assim que foi lançado, a convite da Intrínseca, que me enviou o código de download do ebook.

Quando lançaram o livro, que reunia os três contos, a editora me enviou e eu fiquei bastante feliz! Mas acabei recebendo duas cópias, e uma delas vocês é que vão ganhar! Para participar, basta seguir a página do Facebook do blog (essa aqui) e comentar neste post alguma coisa sobre a resenha (não vale falar só do sorteio, hein!), não esquecendo de colocar seu email de contato. O sorteio só está disponível para quem tem endereço de entrega no Brasil. O resultado será divulgado pela página do blog no dia 16 de janeiro e o vencedor terá três dias para responder meu email, antes que um novo sorteio seja realizado.

81-pnriys-l

Voltando ao livro, ele é um compilado de três contos: O Capítulo de Julian, Plutão e Shingaling.  Cada um deles é contado pelo ponto de vista de um personagem: Julian, Christopher e Charlotte.

O Capítulo de Julian

Se leu Extraordinário, você deve se lembrar de Julian. Ele foi o maior causador dos problemas sociais que Auggie teve que lidar ao entrar na Beecher Prep. No entanto, durante a narrativa, podemos perceber os motivos que o levaram a ser cruel durante o decorrer do enredo do livro principal.

Antes da leitura do conto, na introdução do livro, a autora nos explica que, enquanto escrevia Extraordinário, sabia que Julian tinha uma história para contar, mas que também sabia que sua história de bullying, ou o que o levara a agir daquela forma, tinha pouca importância para Auggie e não modificaria aquela narrativa, portanto, não poderia fazer parte do livro. Auggie teria que ser o personagem principal de sua própria história! Sendo assim, com o desejo de expôr aos seus leitores os sentimentos de seus personagens, ela decidiu escrever mais este livro, nesse compilado de contos que mostram diferentes pontos de vista da história. O Capitulo de Julian nos permite conhecer um pouco mais sobre a personalidade desse personagem que é pouco aprofundado em Extraordinário.

Aqui, podemos entender que ninguém é só bom ou só ruim. Não existem pessoas que sejam dessa forma. Somos complexos e, portanto, é parte dessa complexidade agir com bondade ou com maldade em diferentes situações.

Plutão

No segundo conto, Plutão, leremos sobre Christopher, o amigo mais antigo de Auggie, que se mudou para outro bairro muito tempo antes dos acontecimentos de Extraordinário. Nele conheceremos Auggie antes da Beecher Prep. Christopher, em sua narração, nos mostra como foi ser amigo de Auggie em seus primeiros anos de vida. Ele esteve junto durante as primeiras dificuldades do garoto, como suas primeiras cirurgias para correção de seu problema facial, o sumiço gradativo dos seus amigos, entre outros fatos tristes que circundam a vida de August.

Agora mais velho, Christopher encara o que ele considera problemas por ser amigo de Auggie: os olhares, a reação constrangida de outras pessoas, a ignorância e falta de educação de outros, etc. Torna-se tentador se afastar quando se torna mais difícil sustentar a amizade dos dois.

Shingaling

Shingaling é a terceira e última história de Auggie & Eu. Neste conto, conheceremos mais Charlotte, uma menina que sempre foi considerada altruísta. Charlotte fez parte do grupo de boas vindas ao August Pullman à Beecher Prep, junto com Julian e Jack. Mesmo mantendo-se à distância dele, a mesma nunca o maltratou. Mesmo tendo medo e ao mesmo tempo admiração do velho senhor cego que tocava acordeão por onde ela passava todos os dias, não deixava de depositar no estojo dele um dólar sempre que o via. Charlotte se enxerga como uma  menina realmente aplicada, excepcionalmente boa.

Entretanto, havia em seu interior um de desejo para estar entre a turma dos populares. Após passar na audição para apresentação de dança da Sra. Atanabi, Charlotte se vê frente à frente com Ximena, uma menina nova na escola, mas que já faz parte do grupo das populares (e Summer, uma amiga de Auggie, que é querida em toda a escola, que também passou no mesmo teste), e as três começam, aos poucos, a criar um laço nos ensaios. Acompanhamos o crescimento de uma amizade entre as três, que permanece em segredo, já que pertencem a grupos diferentes na escola.

No decorrer da narrativa, que Ximena, que já fez alguns comentários preconceituosos acerca de August, após conversar com suas amigas, percebe o quão tola estava sendo, conseguindo assim evoluir e se tornar uma pessoa, no mínimo, razoável. Simplesmente uma reviravolta inimaginável. Charlotte cresce ao longo do conto para perceber que ela não é tão perfeita assim, que também é um tanto hipócrita em alguns momentos e isso é bem legal de perceber.

LIVRORES5ESTRELAS

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

capturar2TAYNA

 

Happy 2017!

quote_9

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

capturar2TAYNA

Finalmente, as Letras

 

ashim-d-silva-89351Que eu sou apaixonada por livros e pela literatura todos vocês já sabem. Afinal, esse é o tema central do blog. Mas acho que nem todos devem saber que eu sou professora por formação (em breve estarei em exercício, se tudo der certo), mas minha formação é Pedagogia. Quando fiz vestibular, não considerei a hipótese de fazer Letras porque só pensava nisso como uma forma de ser professora de Língua Portuguesa, nunca havia pensado em aprender mais sobre literatura.

Já ao longo da minha graduação na UERJ, eu cogitei algumas vezes ir pra Letras, mas não sabia bem qual divisão da área escolher (são tantas!) e também não queria largar a Pedagogia, que eu também amo. Em janeiro deste ano me graduei e já pensando em começar a estudar Letras, e foi o que fiz. Prestei vestibular e aqui estou eu, estudando Letras na UFF! Escolhi fazer na modalidade EAD porque tenho um filho pequeno e em breve estarei trabalhando de novo e não conseguiria me deslocar todos os dias para uma universidade.

Essa está sendo uma experiência maravilhosa e, apesar da carga pesada de estudos, está uma delícia aprender mais sobre a minha língua e sobre Literatura (que, no fim, foi a área das Letras que escolhi).

Esperem qe voltaremos a conversar sobre o curso e sobre literatura, de um modo geral.

Beijos, ♥

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

3TAYNA

As mais legais lojas Plus Size Online

IMG_2206 (2)

Quando você é gorda (gorda, não gordinha – não é ofensa, é característica, então não há necessidade de eufemismo) é bem complicado achar roupa. E falo gordA, com ênfase no A, porque com homens a coisa é mais branda. Meu marido, por exemplo, que veste 46/48 nunca teve problemas de ter que rodar um shopping inteiro atrás de uma calça sem achar.

A realidade é que, em geral, as lojas de departamento tem números até 44/46, mas esses números nem sempre correspondem ao real tamanho 46. Eu mesma tenho alguns shorts jeans 44 que continuam dando em mim e, no entanto, tenho dificuldade de entrar em alguns modelos de 48 e em outras lojas o 46 entra sem problema nenhum. Nas lojas de padrão mais elevado a coisa fica ainda pior, algumas marcas produzem roupas até o 42, apenas. Esse assunto não é novidade e merece um post mais detalhado, que vai ficar para um outro momento (e quando sair, linkarei aqui 😉 ).

A ideia desse post é dar dicas de lojas online com peças legais para quem veste 46 ou mais! Lojas legais, com roupas bonitas e confiáveis, que posso indicar sem medo de errar! Vamos lá?

RENNER  – Ashua Curve Size

RENNER

Ainda tenho tido problemas com as lojas físicas da Renner, mas recentemente tive uma excelente surpresa ao encontrar lindas peças plus no catálogo da loja virtual! Parece que houve uma parceria com a marca Ashua. As roupas tem muita qualidade e boa parte tem bons preços. O ponto negativo fica com a variedade de roupas, que ainda é pequena.

LOJA MULHERÃO

MULHERAO

A Loja Mulherão é parte do Blog Mulherão (aliás acho que também merecemos um post só de dicas de blogs de moda e empoderamento para gordas) e também tem algumas peças bem legais. Os pontos fracos para mim ainda são a pouca variedade e os preços que nem sempre são os melhores, mas vale a visita porque a loja tem boa qualidade e algumas peças interessantes.

QUINTESS

QUINTESS

A minha favorita! Tem um custo-benefício excelente! Boa qualidade, preço razoável, bastante variedade! Adoro (inclusive quem quiser me enviar as peças das fotos, tô super dentro ;P).

MARISA

MARISA

De todas é a que tem os melhores preços, mas a qualidade acaba não sendo tão boa como a de outras lojas. A Marisa costuma ter tamanhos maiores mesmo nas linhas não-plus, então sempre vale dar uma olhadinha no resto do site também (isso se você vestir até 48, acima de 50 acho que só na plus mesmo).

ROUGE MARIE

ROUGE

Grande variedade, preços medianos, variedade de estilos e boa qualidade! Não tem por que não comprar! 😀

CHICA BOLACHA

CHICA

Eu havia dito que a Quintess era minha favorita, né? Esquece! A Chica ganha de todas, sem dúvidas. Divertida, Rock ‘n Roll, democrática (tem tamanhos de 38 a 60!). Tuuuuuudo de bom! Pontos ruins são que as coisas tem preços um pouco salgados (mas garanto que a qualidade vale) e que as coleções acabam rápido e nunca vi voltarem 😦

TODA FRIDA

frida

Vestinhos fofos de Star Wars, da Frida Khalo, camisetas de Fight like a girl das nossas personagens nerds favoritas e bons preços! Dava pra ser melhor?

FLAMINGA

flaminga

Multimarcas, com muita variedade de modelos e estilos. De roupas íntimas até botas sob medida (pras panturrilhas grossas), passando por biquínis e muito mais. Coisas lindas de boa qualidade, com preços compatíveis, mas não baratos. Super indico!

Bônus: Asos Curve

asos

Uma loja internacional, portanto neste momento não está valendo a pena comprar por lá (com esse dólar nas alturas fica realmente difícil). A loja é excelente e tem ótimos produtos e muita variedade de modelos e estilos, mas vale sempre observar a conversão de moeda, de medidas e as regras de importação para evitar taxas.

E você? Conhece alguma loja que não está na lista? Indica aí nos comentários! Já comprou em alguma das lojas que eu indiquei aqui? Conte também como foi sua experiência!!

Beijos ♥

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

3TAYNA

May The Fourth Be With You

may-the-fourth-4th-be-with-you-memes-gifs-star-wars-day-18

Feliz Dia de Star Wars!! 🙂

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

3TAYNA

Muitas coisas

Her-Campus-Studying-Main-_0

Sim, eu sei que sumi de novo, mas mais uma vez foi por um bom motivo. Esse ainda não é um retorno em absoluto, mas um aviso de que ainda estou por aqui e que, apesar de estar sumida, continuo amando escrever aqui e escrever para vocês. Tenho algumas coisas para dizer, mas vou começar pelo motivo do sumiço: concursos. Alguns de vocês devem saber, mas eu era estudante de Pedagogia e, no período passado, me formei pedagoga. Agora tenho estudado bastante porque pretendo ser professora de escola pública e único jeito de conseguir é através de concurso.

Outra coisa é que decidi encerrar as parcerias com editoras. Sou muito grata a todas elas pela oportunidade, mas é cobrança demais pra pouco retorno. Ganhamos alguns livros e em troca disso temos a obrigação de lê-los em um período curto de tempo, para resenhá-los para vocês. Muitas vezes nem mesmo solicitamos os livros e ainda sim os recebemos. A Tati falou disso em um excelente vídeo, vejam e depois me digam o que vocês acham de tudo isso.

E, por último, quero conversar com vocês sobre uma coisa que faz tempo que tenho vontade de mudar, que venho tentando inserir aqui e ali por aqui, mas que agora é a meta para o blog. Com os anos, meu gosto de leitura vem mudando e, com isso, tenho lido livros mais clássicos e livros mais relevantes para o cenário literário. Junto com a mudança de gosto, veio a vontade de fazer Letras Português-Literatura, e essa deve ser a minha realidade acadêmica em breve. Portanto, cada vez menos tenho lido livros jovens, que eram os que eu costumava resenhar por aqui. A ideia que, a partir de agora, apareçam por aqui mais livros clássicos, livros mais adultos, e menos infanto-juvenis e juvenis. É claro que esses livros não vão sumir por completo, acabo lendo um outro desses quando quero algo mais rápido e leve, mas a frequência destes deve ser menor.

Espero que vocês compreendam tudo isso e que continuem me amando ❤

Beijos ♥

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

3TAYNA

Sejamos todos feministas – Chimamanda Ngozi Adichie

sejam

Feminista: uma pessoa que acredita na igualdade social, política e econômica entre os sexos.
Conheci a Chimamanda por conta de seu famoso vídeo do TED (que consta no fim deste post) em que ela fala sobre o perigo da história única, sobre mostrar apenas um lado da história. O segundo contato com a autora também foi em vídeo, assistindo seu outro discurso no TED, chamado Sejamos todos feministas (que foi transcrito e transformado neste livro que aqui resenho e que também está no fim deste post). Assim que assisti ao discurso, pirei. Em meia hora de palestra ela conseguiu resumir o feminismo de um jeito simples, fácil de ser entendido até mesmo pelos homens, que não sofrem a opressão.

 

Chimamanda trata do assunto com a propriedade de uma mulher que sofreu opressão de diversos modos (imagina só: mulher, negra, nigeriana e imigrante nos Estados Unidos…) e de quem se descobriu feminista aos poucos, ao perceber que suas ideias concordavam com as do movimento.

Algumas pessoas me perguntam: “Por que usar a palavra ‘feminista’? Por que não dizer que você acredita nos direitos humanos, ou algo parecido?” Porque seria desonesto. O feminismo faz, obviamente, parte dos direitos humanos de uma forma geral – mas escolher uma expressão vaga como direitos humanos” é negar a especificidade e particularidade do problema de gênero. Seria uma maneira de fingir que as mulheres não foram excluídas ao longo dos séculos. Seria negar que a questão de gênero tem como alvo as mulheres. Que o problema não é o ser humano, mas especificamente um ser humano do sexo feminino. Por séculos, os seres humanos eram dividido em dois grupos, um dos quais excluía e oprimia o outro. É no mínimo justo que a solução para esse problema esteja no reconhecimento desse fato.
Alguns homens se sentem ameaçados pela ideia de feminismo. Acredito que essa ameaça tenha origem na insegurança que eles sentem. Como foram criados de um determinado modo, quando não estiverem “naturalmente” dominando, como homens, a situação, sentirão a autoestima diminuída.

Contando casos que ocorreram com ela, pessoalmente, ou com mulheres próximas a ela, a autora vai exemplificando e destrinchando a opressão e nos mostrando como a repetição do machismo em nossas vidas é tamanha que acaba por normatizar o que não deveria ser considerado normal. Não é normal que homens e mulheres em posições iguais, com formações iguais, tenham salários diferentes. Não é normal que a vítima do estupro seja culpabilizada porque “usava uma roupa provocante”. Não é normal que certas profissões sejam de homens (as que pagam mais, invariavelmente) e outras de mulheres (as consideradas menos importantes). Não é normal e enxergar e reconhecer isso é o primeiro passo para mudar.

Recomendo fortemente tanto o vídeo como o livro (o conteúdo é o mesmo) para todos, independente de gênero. Venham, assistam e leiam. Aprendam um pouco sobre feminismo e sobre como o feminismo não diz respeito a “ódio aos homens”, não diz respeito aos homens at all. Feminismo é sobre igualdade de gênero. É sobre direitos da mulher.

Ensinamos nossas garotas a se diminuir, se tornar menores. Dizemos para as garotas: ‘Você pode ter ambição, mas não muito. Você pode querer ser bem sucedida, mas não muito, pois do contrário, você vai amedrontar os homens.
Já estou louca pra ler todos os livros publicados da autora e conhecer melhor o trabalho dessa nigeriana maravilhosa!

Chimamanda Ngozi Adichie

Sejamos Todos Feministas

(Não se esqueça de ativar as legendas!)

O Perigo da Única História

Gostou? Compre o livro na Amazon pelo nosso link e ajude o blog a continuar! ~> Sejamos Todos Feministas

LIVRORES5ESTRELAS

Beijos ♥

Siga acompanhando o Olhando por aí:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

3TAYNA