Resenha: A Culpa é das Estrelas – John Green

banner_2

Sinopse:

A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

Impressões e Citações:

IMG_7598

A Culpa é das Estrelas foi o primeiro livro do John Green que li (e é o único que tenho até hoje, infelizmente). Decidi que precisava lê-lo depois de uma indicação veemente e emocionada de uma amiga, que acabara de lê-lo e estava encantada. Como vocês podem notar se acessarem a página, ele está na minha lista “You must read” e facilmente se tornou um dos meus favoritos.

Meus melhores amigos eram meus pais. Meu terceiro melhor amigo era um escritor que nem sabia que eu existia.

Sendo um romance sick-lit, gênero da literatura que traz como foco alguma doença ou enfermidade entre os personagens principais, ao ler a sinopse já me imaginei me debulhando em lágrimas: e foi exatamente o que aconteceu. Eu sou do tipo que me apega aos personagens das histórias que leio e vê-los sofrer não é meu esporte favorito.

Alguns infinitos são maiores que outros.

Porém, apesar de toda essa melancolia envolvendo a história, devo salientar que me diverti em diferentes momentos da história com o humor negro de Gus e Hazel. O casal é fofo e tem um modo todo especial de interagir, mas John Green mostra na história a realidade dos fatos e não poupa os personagens (nem os leitores) dos tapas que a vida dá.

Chegará uma época em que não restarão seres humanos para recordar que alguém sequer existiu. Não sobrará ninguém nem para recordar Aristóteles ou Cleópatra, quanto mais a ti.

Gostou? Onde encontrar: A Culpa É das Estrelas | The Fault in Our Stars

Nota: 

Quem quiser acompanhar o Olhando por aí é só seguir:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

tayna

Todo livro comprado pelos meus links da Amazon me rendem uma pequena contribuição para manutenção do blog.

5 comentários em “Resenha: A Culpa é das Estrelas – John Green

    1. Felipe, sua indicação é tão boa, que eu já li e adorei! Li o Cidades de papel também. Agora estou lendo Deixe a neve cair. John Green é muito bom! To devendo algumas resenhas aqui pro blog, mas aos poucos vou colocando tudo em dia. Fico feliz que você tenha gostado do blog!
      Um beijo e obrigada pela visita!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s