Resenha: Extraordinário – R. J. Palacio

banner-livro-extraordinario-menino-capa

Sinopse:

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma  severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora.  Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade – um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo., que vai tocar todo tipo de leitor.

Impressões e Citações:

O título do livro, que pretendia definir Auggie, define o livro em si: extraordinário. Como não se envolver com a história desse garotinho tão incrível e tão diferente? Como não sentir vontade de abraçar Auggie bem apertado e dizer que, no fim, tudo ficará bem?       Um livro lindo e emocionante, que cumpre o que propõe e nos dá muito mais. Auggie, mesmo com suas dificuldades, não perde o bom humor e nos diverte e emociona.

Se eu encontrasse uma lâmpada mágica e pudesse fazer um desejo, pediria para ter um rosto comum, em que ninguém nunca prestasse atenção. Pediria para poder andar na rua sem que as pessoas me vissem e depois fingissem olhar para o outro lado.

Auggie vive em Nova York com seus pais, sua mãe, sua irmã mais velha e sua cadelinha, Daisy. Devido aos cuidados médicos constantes e à superproteção dos pais, August nunca estudou em uma escola e aprendia em casa, com a mãe. Até que, agora que ele tem idade para o quinto ano, a mãe decide colocá-lo em uma escola particular. Os desafios que Auggie precisará enfrentar são os mais diversos, uma vez que seu rosto é absolutamente incomum, o que geralmente causa estranhamento e até asco em algumas pessoas.

Estar em um novo ambiente escolar é difícil para todos, mas quando se é particularmente diferente essa dificuldade aumenta consideravelmente. Passar por essa nova fase será vital para o crescimento e o amadurecimento desse menino de dez anos que, até então, vivia em uma bolha de segurança criada pelos pais.

É o primeiro livro de R. J. Palacio que li e foi surpreendemente bom. O livro me fez refletir muito sobre preconceito e sobre lidamos (mal) com o diferente. Será que trataríamos Auggie bem? Será que seríamos uma dessas pessoas que desviam o olhar? Acho que vale a reflexão.

Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.

Nota: 

Onde comprar? Submarino | Saraiva | Livraria Cultura

Quem quiser acompanhar o Olhando por aí é só seguir:  Fanpage ❤ Youtube ❤ BlogLovin’ ❤ Instagram ❤ Twitter ❤Skoob ❤ Goodreads

tayna

9 comentários em “Resenha: Extraordinário – R. J. Palacio

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s